segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

RETROSPECTIVA - FILMES DE 2010

E aqui estamos com o post final do ano! Tudo bem que esse ano se resumiu ao último mês, mas vamos esquecer isso por um momento.

Curtiram o Natal? Eu curti, foi bastante divertido.

...

Vocês querem o post, certo?

...

Ah, saco. O.K, eu começo. Primeiramente, eu gostaria de explicar porque o post de hoje é diferente do que eu fiz ano passado (que eu não mandarei o link por vergonha). É que esse ano eu tive uma coisinha chamada vestibular, e ele me ocupou de muitas formas, impedindo que eu visse seriados e outras coisas. Assim, eu não posso escolher os melhores e piores do ano.

Mas como eu sou um jovem que adora fugir dos estudos, eu vi filme de montão esse ano! Por isso, como sou uma pessoa muito legal e atenciosa, eu decidi analisar todos os filmes que eu vi esse ano. 

Sim, todos.

Por isso que se algum imbecil vier falando que faltou filme, eu irei matá-lo, jogá-lo em um Poço de Lázaro, matá-lo, jogá-lo novamente no Poço, e repetir as ações até que Ra's Al Ghul venha me impedir de gastar os Poços.

CARACA ESTÁ PASSANDO AO VIVO A CONFERÊNCIA DE LAST STORY! ME DÊEM ALGUNS MINUTOS!

...

Isso me lembra que eu queria dizer os meus jogos favoritos esse ano. Lá vem: Mass Effect 2 (PC), Super Mario Galaxy 2 (Wii), Red Dead Redemption (Xbox 360), Fluidity (WiiWare) e Cave Story ( WiiWare).

AGORA VÁ BAIXAR CAVE STORY! AGORA! 


Sim, eu colocarei isso em todo post até que as pessoas venham me dizer que jogaram. Sim, estou falando com você, pessoa que não comenta. Shame on you.

ALICE NO PAÍS DAS MARAVILHAS


Prêmio Filme mais surpreendentemente careta do ano

Eu esperava mais de Alice. Digo, foi dirigido por Tim Burton. Quem não estava, no mínimo, curioso? Só que a senhora Disney deve ter cortado o barato do maluco, resultando em um filme que não fede nem cheira.

Aliás, foi o único filme no ano que eu vi no Downtown. Mas que ano...

AMOR SEM ESCALAS


Prêmio Filme mais mediano

Argh. Como tenho péssimas lembranças desse filme. Já é chato vê-lo uma vez, mas fui obrigado a ver DUAS vezes. Não que seja um filme ruim, mas simplesmente não é meu tipo de filme. 

E sim, eu sei que Anna Kendrick teve um papel secundário nesse filme, mas fala sério, você olhava pra ela ou pro George Clooney? Muito obrigado por sua resposta.

Aliás, o título original é Up In The Air. Qual estagiário fez a tradução? Clooney sofre uma decepção amorosa, cacete! O amor no filme teve escalas, e no meio da viagem sofreu um atentado terrorista! Porra!

Oops, spoilers.

COMER, REZAR, AMAR


Prêmio Especial Ratatouille por maior fome no cinema

Eu não me lembro muito de Comer, Rezar, Amar. Minha atenção se perdeu gradualmente e se esvairou no segundo terço do filme. 

Mas infelizmente eu prestei atenção na passagem pela Itália. É muito chato você ter que se contentar com um pacote de pipoca de dez reais que é menor que seu antebraço enquanto os personagens comem pizza, frango e bebem como alcóolatras. 

Que fome...

COMO TREINAR SEU DRAGÃO


Prêmio ZZZzzz...

ZZZ...

...

ZZZ...

...

ZZZ...


ESQUADRÃO CLASSE A


Prêmio Eu quero que todos morram

Esquadrão Classe A não teve uma boa bilheteria, o que matou uma possível sequência.

Espero que estejam felizes. Porque para aquela merda de Eclipse, todo mundo foi, mas para um filme de verdade, com cenas fodásticas, ação incrível e história bem feita, ninguém quis ver. Parabéns, campeões. Obrigado por matar uma franquia.

Espero que estejam satisfeitos. 

...

VÁ COMPRAR O DVD AGORA! 

IDAS E VINDAS DO AMOR


Prêmio Revelação Pessoal do Ano

Jéssica Alba é uma péssima atriz.

Não, sério, eu só descobri nesse filme.

Certo, eu posso ter demorado um pouco pra perceber isso.

Não, eu juro que só percebi nesse filme. 

Ei, pare de rir de mim.

...

Já parou?

...

Eu te odeio.

ILHA DO MEDO



Prêmio Especial Shyamalan por pior marketing

Ilha do Medo não é um filme de terror, saco. Ele não te dá sustos (o.k, teve apenas um. E eu pulei da cadeira como um feijão mexicano). Ele não tem um sociopata assassino. Ele é um filme de suspense.

Aí você fala: "mas não é a mesma coisa?". Não, meu pequeno leitor com problemas de raciocínio. Suspense é um tipo de filme que te faz ficar grudado na cadeira. Você não se desprende dela como num terror. Um filme de suspense depende de atmosfera, que te fará ficar grudado na cadeira.

E atmosfera é algo que Ilha do Medo teve. Eu fiquei dos dez primeiros minutos até o final do filme colado no assento, sem beber, comer, nem ir ao banheiro. E eu estava com muita vontade de ir no banheiro. Um dos melhores filmes do ano, com certeza.

HARRY POTTER E AS RELÍQUIAS DA MORTE PARTE 1



Prêmio Eu estou esperando pela parte 2

Só quero ver uma coisa em HP. Batalha final. Quero ver Hogwarts queimando. Sim, eu tenho motivo. Ela não mandou minha carta! Diretoria incompetente.

Mas eu percebi outra coisa no filme. Estou ficando velho. Não é uma revelação como a da Jessica Alba, mas mesmo assim...

...

A idade chega...

HOMEM DE FERRO 2


Prêmio Especial Transformers 2 por batalha final mais decepcionante

Homem de Ferro 2 é um filme bem pipoca. Não é profundo, não te faz pensar, apenas te leva para umas duas horas de torpor e perda de neurônios pelo filme.

Não que eu esteja reclamando.

E sim, Scarlett Johansson foi a atração principal do filme. Que ela esteja no filme dos Vingadores!

AVANTE, VINGADORES!

...

Próximo...

KICK-ASS



Prêmio Melhor Cena de Luta

Kick-Ass, como o nome diz, se trata de pancadaria. Sim, há várias discrepâncias com o quadrinho original, mas pulemos essa parte. Preste atenção no pega pra capar.



Porra! Porra! Porra! Você nunca mais vai ouvir Bad Reputation do mesmo jeito!

E aliás, que trilha sonora. Parece até que o Tarantino que escolheu as músicas. Nuossa.

MERCENÁRIOS



Prêmio Filme mais macho do ano

Aleluia. Depois de tanto tempo vendo a família Restart e seus variantes tomando conta das mídias, veio Mercenários. Um time de brucutus e porradeiros foi o suficiente para fazer Justin Bieber engasgar com a testosterona.

Cenas de ação de verdade, e um verdadeiro filme dos anos 80. Chupa, geraçãozinha crepúsculo.

E teve Schwarzenegger, Stallone e Willis na mesma cena!



Alguns sonhos de infância foram usados na gravação dessa cena. E você sabe porque eles se reuniram em um igreja, certo? Porque eles não podem lutar em território sagrado.

Para os ignóbeis que não entenderam a piada, sugiro assistir Highlander.

MUITA CALMA NESSA HORA



Prêmio Tricampeão

Ninguém deve entender esse prêmio, por isso vou explicar. Eu vi esse filme enquanto o Fluminense jogava contra o São Paulo, jogo que ele reassumiu a liderança faltando três rodadas. Eu passei o filme inteiro vendo mensagens no celular.

Mas o filme é bom. Eu esperava mais de um filme que reuniu os maiores da comédia brasileira, mas eu ri bastante. 

E teve três gatas em uma praia! É preciso desejar mais?

UMA NOITE FORA DE SÉRIE


Prêmio Maior Decepção do Ano

Cara. Steve Carell e Tina Fey. Porra. Eles são astros dos dois melhores seriados de comédia da atualidade: The Office e 30 Rock, respectivamente. 

Estava esperando o melhor filme de comédia do ano, mas ele foi bem... nhé.

Merda de Hollywood...

A ORIGEM


Prêmio Pior Tradução do Ano

Desde quando "Inception" significa "Origem"? Caraca, não tem nada a ver. Tem tanto a ver quanto Chris Evans e o Capitão América!

Hm...

Mas o filme é foda. Digo, é muito foda. Não é tanto quanto Matrix, como algumas pessoas compararam, mas ele tem grandes cenas de ação (principalmente a luta no hotel sem gravidade), bons atores, boa direção e um ar de questionamento quanto à sua própria realidade.

Sério, passei uns quarenta minutos depois do filme pensando se nós estamos vivendo um sonho de alguém. Meu pai veio com uma teoria de que não deveríamos viver o sonhos dos outros, mas eu preferi a minha linha de pensamento.

UM PARTO DE VIAGEM


Prêmio maior surpresa do ano

Entendam, eu não achava que Parto de Viagem seria um filme ruim. Só não achava que seria tão bom.

Imagine Se Beber Não Case com Robert Downey Jr bem sacana, um Zach Galifianakis bem doidão e um humor escrachado ao extremo. Pronto! Você tem um filme de comédia extremamente engraçado!

PERCY JACKSON E O LADRÃO DE RAIOS


Prêmio Pior Filme do Ano

Eu me lembro de ter ido ao cinema com o seguinte pensamento: dessa vez eu vou analisar um filme prestando atenção na direção, atuação e outros aspectos mais técnicos. E eu tive uma péssima experiência. Nunca façam isso em um filme para crianças. 

Quer dizer, porque TUDO QUE É GREGO, QUE VEM DA GRÉCIA SE VOCÊ NÃO SABE, ESTÁ NOS ESTADOS UNIDOS? PORQUE A MEDUSA ESTÁ LÁ? PORQUE O STIX ESTÁ LÁ? PORQUE OS TITÃS ESTÃO LÁ? E ninguém percebeu que o filho de Hermes era o vilão? A primeira cena dele deu pra ver que ele era o antagonista!

A única lembrança positiva que eu tenho desse filme é uma piada que eu não me lembro.

...

Essa frase não fez muito sentido.

PRÍNCIPE DA PÉRSIA: AS AREIAS DO TEMPO


Prêmio Pior Escolha de Elenco

Caso você não saiba, o Príncipe da Pérsia, acredite, é persa. 

Ooooh!

E caso você não saiba, a Pérsia hoje basicamente é o Irã. 

Então porque diabos escolheram o Jake Gyllenhaal, que é de Los Angeles, para ser o Príncipe? E ainda tem Gemma Artenton (britânica), Ben Kingsley (britânico) e Alfred Molina (advinhe, britânico!).

No mais, é um filme pipoquinha. Nada mais a declarar.

SHERLOCK HOLMES


Prêmio Amnésia

Cara, acho que vi Sherlock Holmes no início do ano. Deve ter sido o primeiro filme que eu vi em 2010. Eu realmente não tenho nada para dizer sobre ele. Eu não me lembro.

Mas como sou uma boa pessoa, algo que eu reafirmei no post anterior, decidi dar algo para vocês no lugar dele. 


Como eu amo Admiral Ackbar!

SHREK PARA SEMPRE


Prêmio Especial American Pie por mais uma sequência desnecessária

Se lembra do quão bom foi Shrek 1? Ou Shrek 2? Foram ótimos filmes e deveriam terminar por aí.

Maaas aí veio Shrek 3. Foi um filme tão ruim, que deveria selar Shrek no topo de uma torre para todo o sempre.

Então veio Shrek Para Sempre, que é o que eu acho de Shrek. Vai ter filmes dele para sempre.

Sempre.

E onde foi o Rei Arthur do terceiro filme?

TOY STORY 3


Prêmio Melhor Filme do Ano

Eu fiquei em dúvida quanto qual era melhor, A Origem ou Toy Story, mas decidi escolher o último pela sensação que eu tive no cinema. Você sabe, afinal você obviamente viu. Toda sua infância passa pelo seus olhos, você se lembra de tudo que teve que abandonar e transformar em lembranças até você se tornar o velho chato de hoje.

E não é a questão dos brinquedos o ponto chave, porque eu nunca brinquei com bonecos. Eu não gostava pois nenhum tinha a cara dos personagens que eu queria (ou seja, nenhum tinha a cara do Zora Link e da Kari), por isso eu preferia criar histórias na minha cabeça.

Sim, eu fui uma criança retardada, mas garanto que era melhor do que as crianças mal-educadas de hoje! Pelo menos essas histórias formaram um sonho, que é contar essas histórias para outras pessoas! Vocês ainda me agradecerão por isso!

Toy Story te faz lembrar da sua infância, joga na sua cara que era tudo melhor, e te força a lembrar que você gradualmente pôs ela debaixo de uma caixa no seu cérebro. E ainda te faz chorar e dizer que é um filme incrível.

TROPA DE ELITE 2



Prêmio Melhor Filme Brasileiro do Ano (não que isso seja muita coisa...)

Eu poderia contar tudo que eu achei de Tropa de Elite 2. Mas acho que o Jovem Nerd fez isso muito melhor do que eu. Vá lá ouvir. Eu espero.

Mentira. 

Eu sou um verme!

ZUMBILÂNDIA


Prêmio Melhor Comédia do Ano.

Eu poderia dizer muitas coisas. Mas apenas vou dizer uma frase:

ZUMBIS SÃO A MELHOR FONTE PARA PIADAS DA HISTÓRIA.

Zumbis e macacos, eu vos digo

Pronto! Aqui termina o ano de 2010 do Recinto Nerd! Vejo vocês em 2011, onde espero que o RN cresça muito mais! Porque esse ano não cresceu porra nenhuma!

E lembrando, não haverá post dia 3. Retomarei o blog no dia 10, e continuarei o SHOWDOWN, que parece que não vai terminar nunca.







segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

SHOWDOWN 01.4 : Aberturas de desenhos para garotas

Sim, é exatamente o que você leu no título. E eu tenho uma explicação. 

É clima de Natal, e estou com vontade de agradar um público que provavelmente não vai ser agradado de novo. Eu tenho alguns posts planejados, e nenhum deles deve agradar a maioria do público feminino. Então, como sou uma pessoa boa, irei fazer isso como presente de Natal.

Mas se você for um homem, deve estar com essa cara: 



E eu digo para você: PARE DE HIPOCRISIA. Você assistia desenhos de garota. Não minta. É um guilty pleasure. E olhe pelo lado bom: não vou apelar para W.I.T.C.H.

E isso é uma ótima notícia.

SAKURA CARD CAPTORS



Bom... isso foi feminino. No mínimo.

Sakura era um programa estranho. Ele dizia que pedofilia era aceitável e fofinho, mas as lutas eram boas. O.K, nem tanto, mas você conseguia assistir. Eu gostava muito quando era um pirralho anti-social, mas conforme o tempo foi passando eu comecei a prestar mais atenção nos desenhos de garoto. Mas era bom, tenho que admitir. 

Quanto à abertura... bem, um alerta para diabéticos seria apropriado no início dela. Sério, eu nunca vi tanto estrogênio desde Justin Bieber. A música é... fofa? Acho que é a palavra certa. Acho que estou passando um pouco mal. Esperem um momento enquanto eu vou ver o final de God of War III, por favor.

...

Agora estou bem melhor! Qual é a próxima abertura?


Cara... todas as aberturas vão ser assim?

Bom, a voz parece de pedófilo (o que, se tratando de Sakura, não é algo tão surpreendente). Aliás, eu não entendi uma vírgula do que ele disse. Sério, eu tive de checar pra ver se eu estava ouvindo em português e não em japonês.

E quanto ao desenho... URGH. Não acontece.... NADA! Nem algo para fazer piada! Próximo!


Só pode ser sacanagem...

Hora de incorporar o Nostalgia Critic... Caham...

DO SOMETHING!

AAAH! NADA ACONTECE! PRÓXIMO DESENHO!

SAILOR MOON


Oooh... todos vão ser assim?

Eu me recuso a falar de Sailor Moon.

E todas as aberturas são iguais! Porra, tinha luta! MOSTRE A LUTA!

Ah esquece... as lutas de Sailor Moon eram um lixo...


Estou começando a me arrepender de ter feito esse post...

Segundo meu primo, a única coisa boa das aberturas de Sailor Moon são seus trajes.

E eles apelaram nessa abertura.


O.K, meu primo retirou o que disse. Sailor Moon é bem melhor quando tiram os trajes.

E essa abertura é psicodélica. Só há um problema... NÃO ACONTECE NADA! AAAAAH!

Ei... espera um pouco... Deixe-me checar as outras aberturas...

...

PORRA! PORRA! É A MESMA MÚSICA SEMPRE!  AAAAAAH! E EU RECLAMANDO DE DIGIMON! FALTA DE VERBA!

Eu desisto de Sailor Moon. E sim, não achei as aberturas em português. PRÓXIMO!

MENINAS SUPERPODEROSAS



Meninas Superpoderosas era o cúmulo da fofura Veja, mãos sem dedos! Olhos desproporcionais! Cabeças gigantes! TUDO QUE HÁ DE BOM!

Eu adorava... até vir a Geração Z. Mas eu vou fingir que ela não existe.

A abertura se limita a contar a história. Mas ela tem algo a mais. Vá para o segundo 57.

Sim, você viu o que eu vi. SANGUE! SANGUE!

HEMOGLOBINA WINS!
E não me peça por Geração Z! Nunca!

...

Eu disse nunca!

...

O.K, mas eu me recuso a colocar o vídeo! Tome esse link e saia da minha frente!

HAMTARO



Uau. Hamtaro não tinha nenhuma luta, mas a abertura teve mais ação do que Sakura e Sailor Moon!

E pelo menos era fofo porque eram hamsters! Hamsters! Quem não gosta de hamsters? O problema é que eles tem prazo de validade menor do que um iogurte, mas mesmo assim!

SUPER PIG



Super Pig era feito com drogas! DROGAS MANOLO!


Sèrio. Era feito com drogas. Tinha até um personagem que queria praticar zoofilia. Quem teve a idéia desse desenho? "Escuta chefe, estava pensando. Eu sei o que as crianças querem. Uma garota que se transforme  em uma super-porquinha, e vá lutando contra o crime." "Aprovado! Nossa você é um gênio!" Só seria melhor se tivesse o Porco-Aranha.


Ou esse porco-aranha:



Nossa, poderia ter uma Liga da Justiça dos Porcos! A LJP! 

O.K, acho que sofri de Dorgas. É melhor continuar. 

MIRMO ZIBANG



Eu não me lembro uma vírgula de Mirmo Zibang. Mas uma amiga minha se lembra. E aqui o que ela disse:

"No começo eu não gostava não.. mirmo zibang era idiota, eram só crianças dentro de canecas, mas se eu não visse, perdia a hora de Clube das Winks, aii eu via. Mas aii, com o tempo e o desenrolar da série apareceram mais personagens e dentre eles uma histórinha fofa e super hiper inocente de amor entre os novos protagonistas gente, tipo Sakura, aii eu passei a gostar"

É... é melhor passar para o próximo...

KALEIDO STAR





Eu admito. Eu só assistia Kaleido Star por causa das garotas.

Não me olhe com essa cara!

Mas a abertura era boa. Na verdade, a melhor até agora!

E ainda tinha a versão 2! Com... a... mesma... música...

Ouça logo enquanto eu vou pra longe...



NADJA




Uau. Uau. Essa abertura é tão espetacularmente melhor que as outras que nem tem competição!

O problema é que não me lembro de absolutamente nada de Nadja. Mas me disseram que não era tão bom. E tinha pedofilia. Mas a abertura passa!

AND THE WINNER IS...


NADJA


Admita, não houve competição. Nadja passa para a final com sobras. 

E eu desisto. Quase morri fazendo esse post. As aberturas de desenhos de garotos eram bem melhores. Mas eu fiz uma boa ação. Gastei duas horas fazendo isso... mas sou uma boa pessoa. Sou uma boa pessoa. Sou uma boa pessoa...


Continue repetindo e vá jogar No More Heroes!

E um feliz natal!


E VÃO JOGAR CAVE STORY!



segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

SHOWDOWN 01.3 : Aberturas de desenhos. (Desenhos diversos)

E sejam bem-vindos a mais um SHOWDOWN (TAMTAMTAAAAAM)!

E hoje temos algo especial: Não será um desenho que concorrerá a uma das vagas para a final, mas sim cinco!


Sim, fique surpreso. E tem uma explicação bem simples. Alguns desenhos só tiveram poucas temporadas, e um post especial para eles ficaria meio sem sentido. Assim, eu resolvi fazer uma pequena coleção de alguns, e colocá-los para a luta.

Claro que hoje não colocarei todos. Faltam alguns, mas eu decidi deixar para um próximo post.

Assim, vamos para terceira parte da sessão nostálgica do SHOWDOWN!


BEYBLADE


Para começar, vou te dizer que odiava Beyblade. Digo, todos os personagens tinham uma cara bastante bizarra, mas o principal motivo é outro: A MINHA BEYBLADE NÃO FAZIA PORRA NENHUMA DO QUE APARECIA NO DESENHO!

Quer dizer, eu nem queria que ela soltasse monstros gigantes que destruíssem metade da cidade. Tudo o que eu queria era que a droga daquele produto de plástico fosse controlável como no desenho! Vai pra direita! Não, esquerda! Sem falar nas arenas, que no desenho chegavam a ser miniaturas de cidades. E eu ganhava um pedaço de plástico que rasgava ao menor toque. Ódio.

E as drogas das pedras-faísca acabavam muito rápido! Mas eu adorava elas. Eu tentava fazer no rodapé da casa, até que minha mãe descobriu.

...

Ih, é. Esqueci da abertura. Ela mostra tudo que as beyblades da vida real não faziam. Soltar monstros, raios, rastros arco-íris, e até mesmo tornados! Mas eu tenho que admitir que é algo bastante empolgante. 

Claro que  a empolgação terminava quando eu ia jogar minha beyblade. De preferência na pequena arena que fizemos no meu condomínio velho. Lembro quando nós cavamos a terra e jogamos beyblades nelas. As raízes das árvores eram obstáculos e era tudo divertido.

Exceto que a droga da terra sempre entrava nas beyblades e fazia uma sujeira absurda.

Existe a abertura de Beyblade V-Force, que tem exatamente a mesma música, por isso que entrou na competição a original. Ela é mais focada nos personagens, mas agora os peões são em 3D! E os monstros são coloridos! Uau! Que belo acréscimo de coisa nenhuma! Se bem que eu não assisti essa série. 

E apenas para menção, aqui está a abertura de Beyblade G-Revolution, sua segunda parte e Beyblade Metal Fusion. Acho que nenhuma delas chegou no Brasil. Não comentarei muito, mas tentem assistir a segunda abertura de G-Revolution. Ela não parece nada com Beyblade.

MEDABOTS


Tudo bem. Medabots descaradamente copiou Pokémon e Transformers (Metabee = Bumblebee). Mas era extremamente agradável! Era um clichê absurdo, mas eu adorava o traço e o espírito cômico. Claro que eu não assisti de novo, porque isso poderia destruir minha infância. Prefiro ficar com minhas memórias intocadas.

Quanto à abertura, ela tem um clima incrível. Ciberlutas até o fim! Dá pra ver que eles não se esforçaram para isso, mas incrivelmente ficou bom! É algo absurdamente bizarro!

E tinha uma personagem chamada Kari no desenho! Olhe:

Kari e seu robô-enfermeira que ninguém se importava.

Ela era inútil. Quem se parecia com a Kari de Digimon era a Erika:

Erika e Brass

Desnecessário dizer que Erika era uma das minhas paixões de infância. 

...

Droga, fiquei com vontade de ver Medabots de novo! Maldição! Tomara que seja bom mesmo, porque eu vi  o episódio final de Digimon depois do último post e fiquei chocado com a quantidade de frases infantis!

Sim, eu sei que era um desenho de criança! Me deixe em paz!

E tinha a parte dois de Medabots. Com uma música igual. Preguiça, a gente vê por aqui. Se bem que foi uma fase onde o Metabee finalmente usava as peças que ele ganhava nas batalhas...

SHAMAN KING


Shaman King era um desenho estranho. Tinha uma personagem chamada Iron Maiden (OH YEAH), aquela espada de cinco metros do Yoh sempre me deixou com minhocas na cabeça, e a roupa dele era demais. Eu comprei uma camisa igual a ele e quis deixar aberta. Aí minha mãe abotoou e disse para ficar assim.

...

E o desenho tinha a Anna, outra de minhas paixões de infância!


Quanto à abertura, apenas uma coisa:

ELA É SENSACIONAL! O MAIOR CLIMA DE TODOS AS ABERTURAS. Exceto...


CARACA! QUEM FOI O GÊNIO QUE FEZ ESSAS ABERTURAS? MEU DEUS! NÃO SEI QUAL É A MELHOR!

E eu não estou nem aí que elas têm (dane-se a nova ortografia) partes iguais! 

Fiquei até sem vontade de continuar o post!

MÚSCULO TOTAL


Olha, tenho que dizer que Músculo Total era um desenho bastante bizarro. Não tinha uma garota sequer, mas eu continuava assistindo. Eram homens com roupas apertadas se degladiando, e todo mundo assistia. Talvez pelo humor. Espero que sim.

E era extremamente non-sense! Eu nem sei como começar a descrever tudo que era bizarro! Assistam a abertura e vejam! Nossa!

Sem falar do arroz com carne!


NÃO TEEEEEEM IGUAL!

MONSTER RANCHER


Eu odeio Monster Rancher. Odeio. Era chato, sem sentido, as lutas eram ruins, o final era ridículo, e era tão ruim que até quando eu era criança eu não gostava!

Digo, eu continuava assistindo, mas não com a empolgação de outros desenhos, como Pokémon. Aliás, Pokémon criou uma série de cópias absurdas. Umas se deram bem, outras se chamam Monster Rancher.

E o videogame era uma droga! Você não controlava o monstro, só torcia por ele! Vá pentear macaco!

E a abertura era chata. Só isso. Não quero mais falar desse desenho.

AND THE WINNER IS...


SHAMAN KING VERSÃO 2!


Não houve muita competição. A competição foi saber qual das duas aberturas do desenho foi melhor. A preferência pela segunda se deveu muito à letra da segunda (não que a letra da primeira tenha sido ruim, de longe) e ao fato de que ela tinha umas cenas mais completas. Mas as duas continuam sensacionais.

Agora, saibam como será o fim do ano e o começo do ano que vem. Dia 20, semana que vem, terá mais um SHOWDOWN. Já dia 27, teremos uma pausa para uma recapitulação do ano. 

Dia 3 não haverá post (óbvio) e recomeçaremos dia 10. Sim, eu planejei mal o SHOWDOWN. Cuidem de suas vidas!

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

SHOWDOWN 01.2 : Aberturas de desenhos. (Digimon) ATUALIZADO

E estou de volta! Saudades? Não? Então vai se ferrar.

Continuando com o SHOWDOWN (insira música épica aqui. Tipo o Ancient Hero Remix), vamos agora para Digimon!

Oh, não! Haters!
E vão se ferrar todos aqueles que odiavam Digimon por copiar Pokémon! O desenho era divertido, os personagem eram carismáticos, e era uma cópia bem-feita! Na verdade, em alguns casos, Digimon era melhor que Pokémon! Pronto, falei.

Não que eu odiasse Pokémon... Na verdade, eu ainda dou constantemente dinheiro à Nintendo por cada jogo novo que eles lançam no mercado. Sim, eu sou um trouxa...

E vocês viram que o T.K. está protegendo a Kari? Eu sempre achei esse o melhor casal dos desenhos...

...

Eu apenas pensei isso ou cheguei a digitar? Ops. Quero dizer, só porque a Kari é o personagem que mais me marcou na infância? E porque eu criei um personagem baseado nela e....

CAHAM. Deixemos isso para outro post. Vamos começar com as aberturas logo antes que eu queime ainda mais meu filme. 

Falando em filme, quem se lembra do filme do Digimon em que Kari e T.K. viajam juntos e...

...

Esperem um pouco, eu vou tentar me suicidar na pia do banheiro.

DIGIMON


AQUI ESTÁ!

Bem, primeiramente eu queria dizer que na verdade era para mostrar o vídeo aqui na página mesmo. Mas Digimon tem problemas autorais, yada yada yada, e eu só percebi isso quando fiz o upload do vídeo para minha conta do youtube.

Agora, falando da abertura.

É uma droga.

Não, sério. Eu sei que é clássica e tudo mais, mas esse é um dos casos onde "clássico" não é um sinônimo de "bom". É aquele momento em que a nostalgia não é o suficiente para salvar o objeto em questão. A música é enjoativa e o desenho é repetitivo.

Não que você possa esperar muita coisa. Quero dizer, originalmente Digimon tinha 13 episódios. Deveria acabar na batalha entre Angemon e Devimon, mas os produtores viram o sucesso que a série fazia no Japão e gritaram: KEN! PREPARA MAIS 41 EPISÓDIOS PARA AGORA! PRECISAMOS ARRANCAR MAIS DINHEIRO DESSAS CRIANÇAS! FAÇA OS DIGIMONS DIGIEVOLUÍREM MAIS PARA PODERMOS CRIAR MAIS BRINQUEDOS! E ME TRAGA MAIS SUSHI!

O.K, pode não ter acontecido assim. Ele pode ter pedido Sashimi.

DIGIMON 02


Clique aqui

Devo te dizer, essa é uma abertura bastante comercial. Quero dizer, ela praticamente ignora os Digimons da geração passada, e tenta empurrar pela sua garganta os novos. Mais ou menos assim:

Você gostou do Greymon? Você é passado! Curta o Flamedramon! Curtia o MegaKabuterimon? Vai ficar agora com o Digmon! Gostava da Angewomon? Eu também! Estamos com sorte, ela continua!

Até a música soa assim, enaltecendo os Digimons e quem os possuir. Digo, todos sabemos que Digimon foi feito para vender, mas essa abertura é a mais descarada.

Aliás, ela tem uma segunda parte (Só achei em japonês). Eu não gosto muito, principalmente porque eu achava as novas digievoluções feias que doíam.

DIGIMON TAMERS


AQUI!

Totalmente diferente de Digimon 02, essa abertura tentou ir menos pelo modo comercial e mais pelo modo artístico. Quero dizer, toda a terceira temporada tem esse tom diferente. Claro, continua sendo comercial (lembrem-se que existe a porcaria do Grani) , mas há um clima diferente. Talvez isso explique porque tanta gente não gosta dessa fase. Mas eu adorei.

A abertura tem uns ângulos bastante peculiares. Além disso, achei interessante manter as últimas formas de digievolução nas sombras, provocando curiosidade, no mínimo. Aliás, sombras é algo que não falta nessa abertura.

A música também é mais envolvente do que as outras duas. Ela pode ser aplicada em um monte de outras situações, principalmente porque ela não menciona a palavra "digimon".

E é óbvio que ela tem uma segunda parte, sem as sombras das digievoluções. E sim, está em japonês. Deixe de frescura.

P.S: Perceberam que entre as segundas apresentações das digievoluções aparece Impmon e sua digievolução, Beelzemon? Pois é, só reparei hoje.

P.S.Número 2: O Calumon com as orelhas pequenas é feio que dói. Parece que ele entrou na barbearia, xingou o cabelereiro, e disse "mantenha o corte, mas deixe mais curto". Ou a mãe dele cortou assim para a foto de Natal. De qualquer jeito, ficou, segundo A Nova Onda do Imperador, "mais feio que briga de foice".

DIGIMON FRONTIER


AQUI! Minto, AQUI!


Tudo bem, essa é uma abertura descompromissada.

Mas inexplicavelmente é uma das melhores. Ela é bem empolgante, tem umas cenas maneiras e consegue passar um clima. O pior é que eu não consigo escrever muito sobre ela. Digo, ela não tem muitas coisas a acrescentar, pois o que ela passa é clima.

Tudo bem, eu posso dizer que ela tem sombras do Seraphimon. E a Kazemon de pernas abertas.

Ei, não me olhe com essa cara! Está lá na abertura!

DIGIMON DATA SQUAD


Será que está.... aqui?

Finalmente entramos em terreno desconhecido. A época em que nenhum de nós assistia mais Digimon.

Por isso posso zoar esse desenho até a morte. Mas não farei aqui. Vou apenas analisar a abertura. Mas só digo que essa fase envolve organizações governamentais, reciclagem de digimons e o segundo pior líder de toda a história, Marcus. Ele só não perde do Davis.

Digo, a abertura estava indo mais ou menos, até que Marcus pula uma altura inimaginável para um ser humano normal, soca um Kuwagamon de cor estranha (Sim, ele soca! Soca um besouro gigante de cinco metros!), carrega algo nas mãos, fica uns dez minutos parado no ar (cuspindo na cara da gravidade), chama o Agumon-gigante-que-porque-diabos-ele-tem-aquilo-nas-mãos, faz duas poses no ar e liga seu Digivice.

Preciso dizer algo mais?

Sim. Eu odeio o que fizeram com o Agumon. E a música não fede nem cheira.

E é claro que essa abertura tem uma parte 2! Em japonês! E ela é infinitamente melhor! Aparece o Omnimon! E o Gallantmon! Se ela fosse em português, ela estaria competindo e provavelmente ganharia. Quase me fez ter vontade de ver o desenho. Quase.

DIGIMON XROS WARS


Tecnicamente, ela não está competindo pelos mesmos motivos da segunda abertura de Data Squad. Mas não  custa mencioná-la.Ela está em japonês porque ainda não estreou no Brasil. Tome.

Espera um pouqinho que eu vou assistir.

Olha, que música maneira.

Pera, o que é isso?

Que merda de Digimons são esses?

O quê? Robôs?



Deixe-me checar a Digimon Wiki desse desenho...

Estrelas com óculos escuros? O quê?

Hein?

Deixe-me voltar à abertura.

ROBÔS? ISSO NÃO É POWER RANGER NEM TRANSFORMERS! É DIGIMON!

PARE DE DAR ESPAÇO DE TELA PARA ESSA ABOMINAÇÃO!

CHEGA!

PORQUE ELE CONTINUA NA TELA? NÃO TEM OUTRO DIGIMON?

AAAAH!

De volta à tentativa de me suicidar na pia. Mas agora vou jogar detergente junto, para ver se pelo menos fico cego.

AND THE WINNER IS....


DIGIMON FRONTIER! TAMERS!



Bem, eu realmente fiquei em dúvida entre Digimon Tamers e Frontier, por isso matutei e pensei no conceito da abertura de um desenho. Ela deveria atrair pessoas que não conhecem o desenho e iniciar um clima para quem fosse assistir.

No primeiro quesito, eles ficaram empatados. Mas no segundo, Frontier ultrapassa Tamers por alguns centímetros e um escovão.

Não, a frase não teve sentido. Mas sempre quis usar a palavra "escovão" em um post.

ATUALIZAÇÃO: Gente, eu sou uma anta e me enganei. Tive algumas semanas a mais para pensar e vi que Tamers é melhor do que Frontier. É que eu sou muito burro. Desculpa.

E até segunda que vem, para continuarmos o SHOWDOWN!

E sim, o post será atualizado toda segunda, a não ser que ocorra algo. Eu escolhi segunda porque passo a semana pesquisando material e no fim de semana eu faço o post. 

Até mais!




domingo, 28 de novembro de 2010

SHOWDOWN 01.1 : Aberturas de desenhos. (Dragon Ball)

E começamos a nova fase do Recinto Nerd, com a atração SHOWDOWN (com letras maiúsculas de brinde!). Essa atração é simplesmente uma competição entre diferentes representantes da mesma categoria. Nesse caso, ela será sobre as aberturas de desenhos nostálgicos, e será dividida em partes. Primeiramente, começaremos com Dragon Ball.

Não preciso explicar muito sobre DB, exceto que... 

ERA UMA PORRADARIA QUE DESTRUÍA PLANETAS!!!





Sério, se você precisar mais do que isso para se lembrar da obra de Akira Toriyamavocê precisa se internar. Faça isso agora, por favor. 

Dragon Ball





Não há muito do que se falar nessa abertura. Ela é realmente boa, e extremamente funcional. Considerando que ela abrange apenas o início de DB, analisemos o que ela apresenta: Esferas do Dragão. Goku. Nuvens voadoras. Animais antropomórficos. Personagens tarados. A Bulma e o bucha do Yamcha. Carecas reluzentes. V da Vitória. Shen Long. Muitas paisagens. Macacos gigantes. Luta. Bastões mágicos.  O que mais você precisa saber sobre o início de Dragon Ball?


Apenas uma dúvida em todos esses anos. Na música, o verso "a fantástica aventura começou" vem antes do verso "a fantástica aventura vai começar". Eu não sou um expert em gramática, mas as frases não estão trocadas? Sempre me perguntei isso.


E sim, o Yamcha é um bucha. Só não é mais bucha do que o Ten Shin Han. Próximo!


Dragon Ball Z (1)





Essa abertura é com certeza a mais non-sense. Se liga de novo na sequência de comentários (não, eu não sou original. Esse parágrafo é praticamente igual ao outro lá em cima): A maior seqüência de buchas da história das aberturas de Dragon Ball: Yamcha, Kuririn. Chaos e Ten Shin Han. Geleiras explodindo sem motivo aparente. Uma animação bastante bizarra de Goku. Uma fuga de um dinossauro. Uma sequência bastante estranha, onde Bulma aparece fugindo (primeiramente aparecem seus seios, seguindo a tradição Dragon Ball) do ATAQUE DO CÉU ROSA, e de repente ela está fugindo do mesmo dinossauro de antes, mas agora por motivos inexplicáveis o Mestre Kame se juntou à brincadeira. E, é claro, o CHALA, HEAD CHALA. Pera, mas hein?


Mas devemos admitir, continua uma boa abertura, principalmente se levando em conta que foi nessa época que a maior parte das pessoas começou a acompanhar DB. Tanto que muitos continuam se referindo à série inteira como Dragon Ball Z.


Dragon Ball Z (2)




Primeiramente queria dizer que essa é a melhor fase de DB na minha opinião. Muito obrigado pela sua atenção. 


A música começa um pouco estranha, pois acho que deveriam começar a cantar logo depois do título sumir. Mas acho que é problema do vídeo, então vou ignorar isso.


O legal dessa abertura é que ela se foca no Gohan, (tanto que o Goku só aparece no final) o que mostra a evolução do personagem pelo desenho, saindo da criança perfeitinha para um jovem que se fantasia para lutar contra o crime. Err... não é o que as pessoas geralmente passam. Exceto o Bruce Wayne. 


Mas é uma abertura que remete bastante à inocência. Ela quase te faz esquecer de que é sobre uma série com pancadarias, desmembramentos, genocídios, pornografia e destruição de planetas. Droga, como eu amo Dragon Ball.


E é claro, não poderia faltar um bucha ocupando espaço de tela. Mas agora o Kuririn vem acompanhado de uma cabeleira, contrariando todas as leis da calvície. Deve ter sido a Andróide 18. Andróide 18....


...


CAHAM. Continuando...


Dragon Ball GT





A série GT sempre foi muito criticada, devido ao fato de que ela não faz parte da obra original, e sim criada especialmente para a TV. Polêmicas para o lado, queria deixar claro uma coisa:


Essa abertura é fodassaralha.


Ela ocupa uns vinte segundos para contar um pouco de história, e depois se resume com uma música SENSACIONAL e paisagens de derramar lágrimas. É outra abertura que ignora as lutas celestiais, mas ela te puxa por algo mais profundo: sua nostalgia. Caramba, a letra te faz personificar sua infância como uma moça bonita que você não vê há muito tempo, e faz com que você convide-a para dançar. Na verdade, quando ouço essa música, eu penso em uma personagem que eu criei na infância, e a letra encaixa direitinho com ela. Mas deixemos meus devaneios para outro post.


Eu amo tanto essa abertura, que estou repetindo ela constantemente. E de novo. E de novo. E apenas mais uma vez. Chega, próximo da lista!


Dragon Ball Kai





Há, surpresa! Para quem não conhece (e merece assistir Batman & Robin ou Cabana do Inferno 2 como forma de tortura... caraca, como eu odeio Cabana do Inferno 2...), Kai é uma remasterização de Dragon Ball Z. Agora o quebra pra capar vem em HD!


Agora, focando na abertura em si... Deixando de lado o deslize na pronúncia de Genki Dama ( o G deveria ter som de DJ. Como Djenki Dama. Cultura, a gente vê por aqui), é uma boa abertura, no nível das anteriores. Certas poses dos personagens até são iguais, como a dos guerreiros Z (similar a da segundo abertura de DBZ), ou o spinning da nuvem voadora. 


E ela ganha vários pontos ao ser a abertura que mais demonstra o poder da PANCADARIA. LONGA VIDA À PORRADA CELESTIAL E DESTRUIDORA DE AMBIENTES!


O.K, eu admito que me exaltei.


P.S: Acabo de ver que DBK tem uma abertura diferente para cada fase de DBZ, mas a música que eu conferi (em japonês. DOKKAN DOKKAN ALGUMA COISA!) era a mesma.


AND THE WINNER IS...


DRAGON BALL GT!






Não há muito o que discutir. É de longe a melhor das aberturas, embora Dragon Ball seja o desenho com o nível mais alto delas. Todas as OPs são excelentes, mas GT é excepcional. Dragon Ball GT passa para a final do SHOWDOWN 01.


P.S: Esquece o que eu disse sobre o nível alto das aberturas. Ou melhor, continue se lembrando, mas apenas se você se esquecer dessas bizarrices que são as primeiras aberturas de Dragon Ball do SBT e da Globo, respectivamente:










O.K, a letra é meio estranha, mas o cara canta muito. Eu tenho que admitir.